Tendências para o mercado digital em 2021

O ano de 2020 mal acabou, mas já existem inúmeras pesquisas para tentar entender como será o perfil do consumidor para esse ano e quais serão as novas tendências que irão fazer grande sucesso em 2021.

Sabemos que por conta da pandemia, o ecommerce chegou a casa de milhares de pessoas que descobriram a facilidade das compras online. A ABComm – Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – trouxe alguns dados que mostraram que de fato, a forma como os brasileiros costumavam comprar mudou esse ano, alcançando o número de 11,5 milhões de pessoas que realizaram pela primeira vez uma compra online. Por conta dessa mudança, o mercado digital também ampliou e cresceu exponencialmente, sendo registrado um aumento de 150 mil novos sites de ecommerces.

Separamos 4 tendências que não são tão novas, mas que virão mais forte do que nunca para 2021.

1- Mobile First

Uma pesquisa realizada pela Panaroma Mobile Time e a Opinion Box mostrou que pagamentos feitos via smartphones nos primeiros seis meses de 2020 cresceram de 85% para 91%. Durante a pandemia a crescente na utilização de compras pela internet foi notória, e os pagamentos não ficaram atrás. Qr codes que em outrora já não era mais utilizados, voltaram com força total nesse momento, em que a praticidade e a facilidade é o que conta na hora da compra.

Sabendo disso, nada é mais importante que prezar pela experiência que o seu consumidor terá na hora da compra. E o Google já está cuidando disso, apresentando o novo critério de ranqueamento chamado Google Page Experience, ele vai continuar analisando a qualidade do conteúdo, além da experiência do usuário, velocidade de carregamento da página e a segurança do seu site. 

Além de se adequar para que os consumidores consigam ter uma boa experiência pelo smartphone, é o momento de também de adequar o seu ecommerce para que os seus futuros clientes de encontrem pelo buscador

2- Boas práticas de SEO

Já que falamos do Google, não poderíamos deixar de fora as boas práticas de SEO. Já falamos sobre a importância de ter um site bem ranqueado pelo Google, e de como conseguir aparecer nas primeiras páginas da busca orgânica, mas é sempre importante voltar a falar nesse assunto, já que é através de um conteúdo e de um site bem otimizado, que você pode conseguir alcançar os seus consumidores finais.

O desempenho e a velocidade são essenciais para o seu ecommerce e para isso, pequenas alterações e otimizações devem ser feitas, como:

  • otimizar as imagens dos seus produtos;
  • desenvolver um site responsivo para que ele se adapte a diferentes tipos de telas;
  • instalar certificados de segurança;
  • trabalhar as descroções dos seus produtos de forma coerente e completa;
  • revisar se não existe links ou botões quebrados.

Essas ações farão com o que o seu consumidor permaneça mais tempo dentro do seu site, possibilitando um maior impacto da sua marca e com que a chance de conversão se amplie. Perceba, que voltamos a falar novamente em experiência de usuário e do cliente como o centro de tudo. 

3- Omnichannel

Com a pandemia as compras digitais entraram de vez no radar dos brasileiros. Mas a pergunta que fica é: com o fim da pandemia, será que os brasileiros deixarão de lado a praticidade de comprar no mercado digital, para voltar ao comércio físico? Uma pesquisa desenvolvida pela Social Miner e a Opinion Box, nos traz uma nova frente de vendas: O Omnichannel. 

O que isso quer dizer? As pessoas não querem escolher apenas um lugar para efetuar compras, elas podem comprar tanto em um ponto físico, quanto em um ponto online, em um site ou em redes sociais. E isso já vem acontecendo em algumas lojas, mas muito delas trabalham apenas com o mutichannel, ou seja, você compra no site online, você recebe de forma online.

Durante a pandemia, foi possível perceber que diversos setores mudaram isso, ampliando a forma de compra do consumidor, deixando aberto para que ele faça a escolha de compra. O cliente pode comprar online e retirar em loja física, ou um cliente vê um tênis em um site, vai até a loja para experimentar e depois compra no online. O Omnichannel é a facilidade de transição dentre uma estratégia empresarial, independente de qual será o canal de compra do usuário, ampliando dessa forma, os pontos de contato da marca.

E mais uma vez, o ponto principal disso é a experiência ao usuário, tanto de forma online, quanto na forma offline. 

4- Experiência do cliente 

Você percebeu que em todos os tópicos falamos sobre um mesmo ponto? A experiência do usuário cada vez mais tem que fazer parte das estratégias de vendas. Isso porque, é o cliente que vai determinar o crescimento e o sucesso do seu negócio.

E não existe apenas uma única forma de promover uma experiência adequada para o seu cliente, são várias estratégias que podem trabalhar em conjunto. Vamos repassar mais algumas ações que podem ser feitas?

  • Otimizar todos os pontos de contato da sua loja, seja ela online ou física;
  • Ter um banco de informações centralizado, para que quando o cliente busque ajuda ou alguma informação, consiga em todos os locais que procurar;
  • Chatbot pode ser uma ferramenta bem interessante se for bem trabalhada, um cliente ao não conseguir a ajuda que busca, ou não ter a resposta adequada, desiste de comprar e procura um concorrente;
  • Velocidade do seu site, três segundos é o tempo que o usuário aguarda para que o seu site carregue, mais do que isso é considerado muito e a experiência do cliente fica defasada;
  • 62% dos consumidores procuram conteúdos que digam se o produto é bom ou não, tenha mais reviews dos seus produtos, tanto técnicos, quanto de pessoas que utilizaram o seu produto alguma vez;
  • Uma experiência positiva nem sempre apaga uma experiência negativa, mitigue tudo que for possível para evitar que o seu cliente não tenha uma boa experiência com a sua marca;
  • Busque uma forma de fidelizar o seu cliente, programas de assinaturas também são considerados tendências para 2021;
  • Aprimorar a logística para conseguir entregas com mais velocidade e em mais localidades.

Saber onde está pisando e entender o que precisa fazer para se manter ou para evoluir, vai transformar o seu negócio.

Trouxemos essas tendências para te ajudar a direcionar melhor o seu negócio para o mercado de 2021. Sabemos que a pandemia mudou a forma de vendas, mas que também trouxe inúmeras possibilidades. 2020 foi o ano de superação e aprendizagem, e agora em 2021 é o ano de conseguir se manter e dominar de vez essa fatia do mercado.